Softwares para automação bancária, consultoria e treinamento em TI.

Sua Área

Idioma

ptafenfrdees

Tags

Nenhum marcador encontrado.

Área do Cliente

Área do Cliente

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
Notícias

A consultoria de gestão Accenture, em pesquisa realizada no ano de 2017 com mais de 600 executivos do ramo bancário, revelou que 79% deles, sendo 91% a nível de Brasil, apostam na inteligência artificial (IA) na automação bancária para conceber interfaces melhores para os usuários e aperfeiçoar significativamente as operações internas.

O fato é que essas possibilidades não são realidades apenas para os bancos, mas também para outras empresas que trabalham com crédito e ativos financeiros, incluindo as fintechs.

Veja alguns benefícios do impacto da IA para empresas e clientes e casos reais e revolucionários da aplicação de inteligência e machine learning nas operações.

Benefícios para empresas 

Agilidade e maior segurança para analisar riscos

Um dos grandes riscos aos quais instituições financeiras, bancos e demais empresas de crédito estão expostas é ao risco de crédito dos clientes, o que tradicionalmente sempre foi analisado pelo histórico das pessoas nas organizações de proteção ao crédito. Mas esse modelo de análise está se tornando, individualmente, obsoleto.

Com a inteligência artificial na automação bancária é possível fazer uma análise muito mais abrangente e detalhada, levando em conta aspectos como hábitos de consumo, histórico bancário e padrões comportamentais antes de proporcionar produtos e serviços. Em suma, a capacidade de adicionar variáveis nas análises, e processá-las com mais agilidade, aumenta em muito.

Além disso, outros riscos podem ser melhor analisados com esse tipo de inteligência, como o risco de mercado. Por exemplo, mecanismos que analisam simultaneamente mais variáveis em relação ao cenário político e financeiro do país, notícias e outras movimentações do mercado podem realizar análises preditivas que ajudam a empresa a visualizar com antecipação potenciais riscos ou a materialização deles.

Eficiência no combate a fraudes

Assim como os processos internos das organizações, as fraudes diariamente evoluem e ficam mais sofisticadas. Isso demanda constantemente mais cuidado, para que as empresas consigam identificá-las antecipadamente e neutralizá-las.

Machine learning, em conjunto com IA, analisa transações em tempo real e informações para prever fraudes e dar alertas em situações suspeitas, principalmente avaliando padrões da base de dados da empresa. Dessa forma, não só os clientes, mas também as instituições protegem-se de ataques diretos e da atuação de bots que, também por meio da inteligência artifcial, simulam ações humanas legítimas.

Personalização de ofertas

Levar em conta contexto e personalização no momento de oferecer um produto ou serviço aumenta em muito as chances de o cliente fazer a aquisição, motivo pelo qual a personalização de ofertas é um dos grandes serviços da inteligência artifical.

Por exemplo, uma financeira pode automaticamente oferecer a um cliente, por meio de uma das suas formas de contato, financiamento veicular a partir da constatação de que carros estão entre os principais interesses da pessoa nas redes sociais. Outra possibilidade, pelas mudanças de status de relacionamento no Facebook, é a de oferecer financiamento imobiliário para recém casados.

Redução de custos

Por exemplo, um analista que precisa visualizar e cruzar dados para tomar uma decisão acaba gastando muito mais tempo para finalizar a concessão de um produto ou de uma operação financeira de investimento. Ademais, é passível de erro por conta de humanos serem limitados na capacidade de observar, analisar e tomar decisões com base em grande volume de dados.

Em relação a isso, além de reduzir riscos, a inteligência artificial reduz em muito o tempo necessário para os processos dos mais diversos tipos, o que reduz os custos das operações e dos profissionais. Aliás, esses mesmos profissionais podem dedicar mais tempo em atividades gerenciais e decisivas, enquanto a tecnologia cuida do trabalho pesado e que seria demorado.

Consequentemente, o lucro de bancos e instituições pode aumentar, e não apenas pela diminuição das despesas. Uma das formas de lucrar é com mais operações, como no exemplo que demos anteriormente sobre a personalização de ofertas para clientes levando em conta o contexto de vida deles.

Um grande exemplo disso é a aplicação de IA pelo JP Morgan, maior banco estadunidense, na análise de contratos. Em apenas um ano a ação se tornou um case de sucesso por economizar mais de 360 mil horas de análises legais, o que também poupou milhões de dólares e acelerou a efetivação de transações e a tomada de decisões em milhares de oportunidades.

Benefícios para os clientes

Um dos grandes destaques do IA para os cliente é a capacidade de melhorar as suas experiências na relação com as empresas do ramo financeiro. Por exemplo, já faz alguns anos que os chatbots estão agilizando atendimentos e evitando que as pessoas tenham de enfrentar longos telefonemas, o que é proporcionado por inteligência e machine learning.

Em relação a funcionalidades, a inteligência pode ir além dos atendimentos automatizados, proporcionando funções de contas fora de aplicativos, sites e internet banking. É o caso de transferências bancárias via SMS, já possíveis em alguns países, e do acesso a esse e outros serviços bancários pelo Facebook Messenger — que está em fase de testes no Banco do Brasil, pioneiro no projeto.

Outro benefício muito interessante para os clientes é financeiro: propostas personalizadas. Então, quem tem histórico positivo e oferece menos riscos à instituição pode utilizar produtos financeiros pagando despesas e taxas de juros menores. É claro que por outro lado algumas pessoas podem justamente pela aplicação das tecnologias pagarem taxas maiores, mas é natural que operações mais arriscadas para as empresas as remunerem com valores mais altos.

Algo a ser pesado na aplicação da inteligência artificial na automação bancária são os investimentos necessários para pesquisa e desenvolvimento. Porém, é possível prever o retorno financeiro e de performance no projeto. Outro ponto que justifica a aplicação é a competitividade do mercado, o que exige que os players envolvidos frequentemente implementem melhorias e qualifiquem suas estruturas de operação, segurança e comunicação.

A sua empresa já investe nesse tipo de tecnologia para se destacar? Ou tem um projeto em processo de desenvolvimento? Deixe seu comentário sobre o assunto ou suas experiências no espaço abaixo.

logo ciab

Vem aí o CIAB Febraban 2019, um evento especial para quem deseja ficar por dentro dos assuntos mais importantes sobre tecnologia disruptivas, transformações digitais e o futuro do sistema financeiro.

A Fóton participará pela 12ª vez deste que é o maior congresso de tecnologia da informação e digital para o setor financeiro, que acontecerá de 11 a 13 de junho, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Com estande próprio, vamos expor nosso mix de soluções para os maiores players do mercado brasileiro e da América Latina. Em destaque, apresentaremos as novidades implantadas nas soluções Next Bank Web e Extra Cash Web (para ATMs e totens), além do aplicativo CAIXA TEM, desenvolvido pela Fóton especialmente para a CAIXA, e que tem lançamento previsto para o público geral no início de junho.

Neste ano, o tema "Conectado com o Cliente. Contribuindo para a Sociedade" irá nortear o conteúdo do evento. Segundo os debates propostos, o sistema financeiro brasileiro não só oferece os melhores produtos aos clientes, mas também contribui para o desenvolvimento da sociedade por meio da inovação.

Visando estabelecer no Brasil um open banking, chamado também de sistema financeiro aberto, de compartilhamento de dados dos clientes de instituições financeiras, bancárias e de crédito, o Banco Central (Bacen) divulgou em abril de 2019 as diretrizes para a consolidação do projeto. Os objetivos da autoridade com ele são fomentar um ambiente de negócios mais inclusivo e competitivo e aumentar a eficiência do sistema financeiro brasileiro.

Até o momento, apenas alguns critérios foram publicados pelo Bacen no Comunicado 33.455. Mas a partir de julho de 2019 deve ser iniciada a criação do cronograma de implantação do sistema, previsto para começar a funcionar no segundo semestre de 2020, e a colocação em consulta pública das primeiras normativas acerca do seu funcionamento.

Agora, fique a par das primeiras diretrizes do sistema, que já dão uma ideia de como será o modus operandi e de quais serão as limitações dos participantes.

Segunda, 24 Setembro 2018 17:40

Fóton entre as que mais crescem no Brasil

Em setembro, fomos eleitos uma das PMEs que mais crescem no país!

O estudo, realizado pela Deloitte em parceria com a Revista EXAME, também indicou que a Fóton é a segunda PME que mais cresce no Centro-Oeste.

Em 2018, a pesquisa envolveu empresas que apresentaram expansão de receitas significativamente maiores do que o crescimento da economia brasileira entre os anos de 2015 e 2017.

Entre os dias 12 e 14 de junho estivemos presentes no maior evento de tecnologia da América Latina para o setor financeiro - o CIAB Febraban - apresentando as novas funcionalidades incorporadas em nossas soluções de Mobile Banking, Agência e Rede de Autoatendimento.

Durante o evento também celebramos ao lado de clientes e parceiros os nossos 25 anos de existência. 

Começou a valer no dia 11 de setembro a 2ª etapa da nova norma da Federação Brasileira dos Bancos que permite ao cidadão pagar boletos bancários vencidos, com valor superior a R$ 2 mil, em qualquer instituição financeira.

A regra já estava valendo para contas acima de R$ 50 mil desde julho de 2017.

A implantação da Nova Plataforma de Cobrança está sendo realizada de forma gradual. Em 9 de outubro serão liberados boletos bancários acima de R$ 500. Em 13 de novembro, boletos acima de R$ 200 e por fim, em 11 de dezembro, serão liberados todos os boletos vencidos, independente do valor.

Além de facilitar o rastreamento de pagamentos e propiciar a baixa automática da dívida no sistema, a inserção destes dados nos boletos trará mais facilidade nos processos de DDA - Débito Direto Autorizado e prevenção a fraudes.

Página 1 de 2